sábado, 18 de dezembro de 2010

CARTA DE JORGE ALGEROZ AOS PENACOVENSES

Jorge Algeroz é o sociólogo d' o Homem das Tabernas. Como não pôde estar presente em mais uma tertúlia aqui ao balcão, tratou de nos enviar uma "carta aberta aos penacovenses", que a seguir transcrevemos.
«Caros Penacovenses!
Devo dizer-vos que tenho analisado a situação em Penacova, decorrente dos efeitos colaterais do famigerado "laço vermelho" na Câmara Municipal. E esta análise, não linear, tem de ser feita à luz dos seus efeitos práticos e não tanto sobre a espuma que o mediatismo da coisa encerra, nem tão pouco da opinião de rua que, por norma, só se vincula no apriorismo e ao quadro que os olhos vêem.
Concretizando, basta ver as imagens da SIC com a Senhora Vereadora Veiga, e percebe-se o alcance do laço. Propaganda e foguetório retórico. Penacova no "mapa dos eventos"!
Resultados? Talvez sim ou talvez não...
Não interessa e ninguém saberá. Há frases feitas que explicam tudo, do tipo: "mais vale ser mal falado do que ignorado" ou, " o ridículo mata, mas também vende!"
O filósofo Engels disse. "O factor, em última análise, determinante da história é a produção e a reprodução da vida imediata." Ora esta frase resume o laço e o seu alcance.
Para variar, Kant resumiria a coisa do seguinte modo: "os fenómenos da realidade objectiva, por serem incapazes de se mostrar aos homens exactamente tais como são, não aparecem como coisas-em-si, mas como representações subjectivas construídas pelas faculdades humanas de cognição. Seu oposto seria o idealismo dogmático." Ora dogmatismo é o que esta gestão actual do município mais perfilha. Sobretudo a sua facção visível e pública, materializada no PS-Penacova. Do presidente sabe-se pouco e o que se sabe é devidamente embrulhado no statement político do partido que, supostamente, o apoia.
 Vai ter que ser perguntado aos comerciantes da vila, os efeitos que o laço está a ter no fecho das suas caixas registadoras. Sem isso, o laço vale nada. A irrelevância do laço é diametralmente oposta aos benefícios que provoque no comércio local e, no caso da sua inconsequência, serve apenas para dar asas à imensa vaidade dos socialistas de Penacova e que prova que a política, com excepções, é um mero feudo de frustrados que buscam reconhecimento, não pelo filantropismo da sua obra ou sequer do seu pensamento - que não se conhece - mas apenas no espectáculo e exposição mediática, com vista ao reconhecimento no que toca à sua (eventual) utilidade pública.
Não há, de resto, nenhuma projecção pública na "pathos" social dos penacovenses. As suas apreciações assentam apenas na observação estética do laço, opiniões facilmente mutáveis, consoante a presença ou ausência de elementos perturbadores da análise, como a televisão ou a rádio, por exemplo.
Para concluir, sugiro que, no final da quadra natalícia, o laço, ao ser desmantelado, seja retalhado e cedido aos mais carenciados, dando-se cumprimento ao seu ónus de concepção, congeminado pelas bondosas almas socialistas da Câmara de Penacova.
Sempre dará umas cortinas para as janelas, ou uns panos para a limpeza.»
Ao ler este texto e como taberneiro de serviço hoje, decretei "bar aberto" durante uma hora!
Grande Algeroz!

7 comentários:

Anónimo disse...

mas a decoração natalícia alguma vez teve como objectivo aumentar o comércio em Penacova???
Menos.. Muito menos..

Rosado disse...

Eu, que sou um mero simpatizante do PS, não compreendo como é que a Câmara não manda encerrar este espaço que tanto difama o nosso município. Penacovenses destes, quero-os longe da nossa terra.

Anónimo disse...

Os socialistas de penacova foram "aconselhados" a não visitar nem comomentar no Homem das Tabernas, mas este Rosado, seja lá quem for, aparece aqui com cada barbaridade que só faz rir. Nandar fechar o blog!? Essa, acho que nem o seu querido líder supremo consegue, ainda que gostasse.

Anónimo disse...

Qual fechar qual quê? é com cada post sem pés nem cabeça que, ao fim do dia, nada melhor pra descontrair um bocado. isso e lembrar-mo-nos das sumidades que os escrevem. Isso ainda dá mais vontade de rir. Falaram mal do PSD enquanto gestores camarários....agora falam mal destes. São uns bem dispostos estes Homens. E inteligientes??? ui, ui...são tanto que até dói.

Vá, mais um para não publicarem e ficar nos vossos arquivos.

Ou como diria um irmão de um deles: Este blog está muito para além da compreensão mendiga das gentes de Penacova.

Só rir mesmo.

Inês disse...

Não se percebe porque é alimentada tanta polémica acerca de uma decoração natalícia. É de louvar a iniciativa e originalidade dos funcionários da câmara.

Homem das Tabernas disse...

Olá Inês,

Bem-vinda à Taberna. O nosso objectivo é caricaturar (e caricatura exagera por natureza) tudo o que se passa à nossa volta. Já a importância que dão aos nossos textos, depende da forma como se lêem. Nós não lhes damos grande importância. Apenas nos divertimos bastante.

Obrigado e continue a aperecer e a comentar.

O Gaiteiro disse...

Muito bem! Análise excelente do Grande Algeroz.

Related Posts with Thumbnails