quinta-feira, 21 de outubro de 2010

ÚLTIMA HORA - POLITÓLOGOS ADOECEM A TENTAR EXPLICAR O ORÇAMENTO


Os politólogos nacionais, sobretudo os conotados com o PS - basicamente quase todos - estão a adoecer quando instados a comentar/explicar o orçamento do Estado apresentado pelo governo.
Ao que parece, segundo explicações que nos foram dadas por um médico nosso amigo, tal se deve ao facto de os seus cérebros terem de processar informação em excesso, isto é:
a)  Tem de falar mal do orçamento para parecerem isentos:
b) Tem de falar mal do orçamento, mas não de mais e para além do admissível e superiormente determinado, porque podem ser dispensados e engrossar a coluna dos desempregados.
c) Tem de falar mal do orçamento e mal dos que falam mal, sendo que as duas coisas são impossíveis na mesma frase, pelo menos para o entendedor comum.
Toda esta situação provoca uma sobrecarga enorme no cérebro que, na gíria médica, "começa a fritar".
Os polítólogos tem metido baixa alegando terem um familiar doente e terem, por isso, que lhe dar assistência, temendo-se que na altura da discussão do OE, não haja comentadores disponíveis...

3 comentários:

Anónimo disse...

Os comentadores mais engraçados são aqueles que, afectos ao PS, lá vão dizendo que isto está assim desde o tempo dos governos de Cavaco Silva. Enfim. Sócrates nunca terá culpa para esta gente

Anónimo disse...

Srs. Taberneiros

Como se encontra o Jorge Algeroz?

Homem das Tabernas disse...

O Dr. Algeroz está bem de saúde e passará por aqui brevemente.

Obrigado pela sua atenção.

Related Posts with Thumbnails