terça-feira, 20 de julho de 2010

COMUNICADO

Na sequência dos comentários que os últimos textos do Homem das Tabernas têm suscitado, a gerência do estabelecimento decidiu esclarecer os seguintes pontos:

1-    O Homem das Tabernas é um blog ficcional;
2-    O Homem das Tabernas, apesar de ficcional, inspira-se em acontecimentos/factos (de carácter local, regional, nacional e internacional) que nos fazem rir e que, portanto, são matéria de tratamento humorístico;
3-    O Homem das Tabernas sempre brincou e continuará a brincar com os poderes instalados (sejam eles quais forem), ainda que ultimamente tal exercício tenha criado uma inusual (embora expectável) intolerância, que muito nos honra e envaidece;
4-    O Homem das Tabernas lembra os mais incomodados com este humilde blog que, num minuto, se pode criar um espaço panegírico, onde se poderão vergar aos poderes que tão diligentemente defendem;
5-    O Homem das Tabernas aproveita para agradecer a crescente participação dos seus frequentadores (não é preciso fazer um estudo para concluir que somos o espaço mais lido e participado da blogosfera penacovense) e saúda em particular todos os comentários que têm defendido a liberdade de expressão;
6-    O Homem das Tabernas (e só o Homem das Tabernas) decidirá se e quando divulgará a identificação dos seus autores, ainda que continue a coleccionar as risíveis tentativas.

16 comentários:

Montes de Cima City disse...

Juntem-se ao grupo!

Anónimo disse...

os cães ladram... e o men da taberna .. avança.

que não vos falte inspiração..força e coragem

Anónimo disse...

Um grande beijinho ás meninas e ao homem da taberna um grande abraço......

Anónimo disse...

Olá Há um ditado que os nossos avós dizem que cai que nem uma luva. "o macaco trabalhou a mãe a rir". Não parem pois dão a conhecer muito do que anda escondido, a rir mas com fundo de verdade. beijinhos e obrigada.

incisivo disse...

Estou completamente embevecido com as necessidades cíclicas, com que os taberneiros se dirigem à populaça que deles tanto gosta.
Desfazem-se em comunicados pseudo oficiais, como se de uma nomenklatura se tratasse.
A prol de fiéis famintos, aguardam ansiosamente por cada rasgo inigualável de criatividade que brota das mentes ilumnidadas de 2 magníficos professores do ensino português.
Vejam-se as críticas dirigidas ao amado dirigente sindical, Mário Nogueira, ou ao dinossaúrico Gerónimo e comparem-as com as que fazem ao Sócrates ou ao Humberto.
O Cheiro fétido como que discorrem as suas profundas relexões, são o espelho da iniciativa com que se movem em sociedade. Mordem pela calada, incentivando a crítica de sofá, sem sequer se lembrarem que podem abrir uma janela para mudar o bafiento ar que respiram.

Anónimo disse...

Um grande bem haja aos taberneiros Vasco Vinagre, Ricardo Vinhas & companhia pelas risadas que têm proporcionado aos seus seguidores!

Continuem a provocar o desassossego entre a comunidade política Penacovense, na qual, infelizmente, se incluem demasiados pseudo-democratas que se julgam donos e senhores da verdade, mas que não passam de reles caciques locais!

Anónimo disse...

Agora percebi porque motivo é que o nosso ensino anda como anda. Em vez de ensinarem os alunos, perdem-se nos blogues para se realizarem pessao e profissionalmente.

Anónimo disse...

O discurso do Sr.incisivo, faz-me lembrar alguns dos discursos (bem escritos, claro está) que um ex-deputado municipal socialista fazia nas assembleias municipais, e que se podem ler nas actas das ditas reuniões. Muitos advérbios, adjectivos e outras "propriedades textuais" que, talvez para muitos penacovenses, até fazem um texto bonito, mas não se sabe muito bem o que quer dizer. Não por serem “analfabetos funcionais”, com alguém gosta de dizer o termo, mas porque o Sr. Dr. embelezava tanto o texto, que quem o lê, muitas das vezes não o consegue entender à primeira.
Mas como também já alguém o disse neste blog: “é preso por ter cão e é preso por não ter”. Se não existe-se o “o homem das tabernas”, muitas coisas passariam sem comentários e, talvez até, sem conhecimento da opinião pública. Existindo este espaço, são criticado por criticarem. Os autores deste espaço, sejam quem forem, professores, doutores, engenheiros, enfermeiros, pedreiros, carpinteiros, mecânicos, políticos ou advogados, etc..., são pessoas capazes de criticar sem ofender e brindar a “blogosfera” com comentários de conteúdo humorístico, mas atingindo um certo grau de verdade, que incomoda a classe política da governação municipal e até a sua oposição (que agora ninguém sabe se existe).
O poder instalado deve saber aceitar as críticas! Quem não aceita é por sabe que não está a fazer um bom trabalho, não está a defender os interesses da população que o elegeu, ou simplesmente não está a trabalhar.

Aos taberneiros, não deixem cair este espaço! Não se amedrontem com supostas adivinhas de identidades! Continuem as vossas observações e opiniões!

Abraço.

Anónimo disse...

Mas há algo que eu não percebo. Como é que alguém pode criticar algo se nem sequer se sabe se reside na terra cujos governantes pretende criticar.
A meu ver, as críticas só serão válidas se dela se conseguirem extraír algo de concreto e se os intervenientes se souberem identificar. Por aquilo que consegui ler até hoje, constato que os autores deste espaço escrevem muito bem, diria até de forma irrepreensível, só que falham em toda a linha quando se escondem por detrás de nomes fictícios. Agora digam-se, quantas denuncias anóninas trouxeram à discussão alguma mais valia? Poucas ou nenhumas.....Tirando o facto de apenas procurarem achincalhar os visados, não passam disso mesmo, de boatos mal construídos sobre uma realidade só satisfaz os objectivos indignos desses taberneiros que, em vez de sugerirem algo de valioso para a terra em que dizem viver, apenas se divertem com as palermices que inventam. E pior que tudo isso, é que ainda há gente que os aplaude...Assim vai a democracia!!!

Gilberto disse...

Já sabem que sou um frequentador assíduo deste espaço e as vezes (embora pouquíssimas) até já tenho estado mais do outro lado: nas noticias.
Isto é um blog, espaço que tem se que procurar, como tal só lê e participa quem quer: ninguém é obrigado.
Quem não gosta, apaga o link dos favoritos e vai para outro(as), tudo muito simples.
Pessoalmente acho que um blog deste tipo sem comentários não tem piada nenhuma, será como comida sem sal/pimenta.
O meu bem aja aos taberneiros (que pessoalmente a mim não me faz diferença nenhuma não saber quem são) e tem todo o meu apoio pessoal e institucional (embora penso não necessitarem) para continuarem o que tem feito.
Abraço.

Anónimo disse...

a questão é mesmo essa que o anónimo das 10.17 fala. Para alguns como ele, quando vêm um texto bem escrito e por acaso nao percebem acham que é mesmo isso...não passa de um texto bem escrito. mas eu reafirmo: é mesmo por serem analfabetos funcionais.

Anónimo disse...

E o sr. Gilberto, enquanto cidadão pode comentar nos blogues que quiser, já como presidente de uma junta como ás vezes faz não me parece muito bem. E não...isto não é deficit democrático...é saber "estar".

Anónimo disse...

O engenheiro Gilberto, com o espírito de tolerância e de convivência democrática que demonstra (e que eu saúdo) deve sentir-se como um extra-terrestre no partido que representa.

Anónimo disse...

Parabéns ao Blog, pelo humor inteligente!

Quem faz não interessa, o que interessa é que está bem feito!

Não percebo a razão pela qual o anonimato trás tanto incómodo!?....

Se estivessem a caluniar ou difamar alguém, interessava saber quem é, mas não o estão a fazer...

Os comentários demonstram aquilo que muitas pessoas são....

Já agora quanto ás festas:

É mais uma iniciativa,uma festa, que poderemos considerar positiva.

Diferente de outras?

Não, exactamente a mesma coisa: Comes e bebes e levas com musica pimba....
Será isto que Penacova merece!!??...

E já agora quanto custou ao nosso bolso?

Sim, porque quem reside em Penacova preocupa-se com o destino que dão ao dinheiro proveniente dos impostos.

Continuando, hoje estou para isto..

Ó Luis Adelino, és um presidente de junta muito á frente...tu e a tua equipa.
Consegues fazer uma festa muito melhor do que aquela a que tivémos direito este fim de semana, e concerteza muito mais barata, mas sei que trabalham muito para isso acontecer...

Continuo á espera que chegue o D. Sebastião para salvar a minha terra,já agora o meu pais, mas está dificil!

Trabalha povo, para ganhares o pão nosso de cada dia, enquanto muitos vão comendo o pão que outros ganham!!!

Anónimo disse...

uma festa muito mais á frente...só não perguntas de igual forma quanto isso custa aos nossos bolsos.Ou o prsidente da junta de spalva tem uma máquina de fazer dinheiro em casa?

esgota-pipas disse...

Eu não sei quem são uns nem quem são outros, mas que o tal incisivo meteu os taberneiros em sentido, lá isso meteu!!

Related Posts with Thumbnails