domingo, 27 de julho de 2008

ÚLTIMA HORA - ASAE NA TABERNA

Numa operação surpresa, a ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica) irrompeu ontem pelo Homem das Tabernas, com o intuito de proceder a uma apertada fiscalização.
O motivo para esta operação prende-se com a verificação da qualidade da oferta n' O Homem das Tabernas e devido a algumas denúncias anónimas que alegaram serem aqui tratados com qualidade duvidosa alguns assuntos. Uma das denúncias, ao que conseguimos averiguar, fez notar também uma suposta má qualidade de umas bifanas que os taberneiros de serviço degustavam ao fim da noite, depois de arrumada a taberna, bem como um tinto que acompanhava o "repasto".
A ASAE foi por nós convidada a provar de uma coisa e de outra e apurou, como seria de prever, a excelente qualidade das bifanas, do pão e do tinto, pese embora tenha considerado o molho um pouco picante e que por isso "faz arranhar o rabo!..."
Quanto aos demais serviços e produtos oferecidos pela taberna e pelos homens da dita, e dado o adiantado da hora e o estado dos fiscais depois das bifanas e do tinto, não foi possível aquilatar das conclusões pelo que é provável que nova inspecção aconteça a breve prazo.

Contudo, O Homem das Tabernas assegura desde já que a sua oferta é de total confiança. Continuaremos a servir os nossos clientes com a qualidade a que já os habituámos nestes já mais de dois meses depois da abertura.

5 comentários:

Anónimo disse...

ASAE investiga Taverna por suspeita de doença


Após vasculhar a blogogia de todos os concelhos do país, a ASAE face ao estado ultra atrasado do concelho de Penacova, fruto da gestão incompetente do blog com mais suspeitas, numa operação surpresa irrompeu na passada semana aqui na Taberna ("Mairie" Virtual do Concelho), para proceder a apertada fiscalização e vacinação anti-raiva.

Depois de dissecar todos os produtos com tecnologia de ponta (realidade a anos luz no concelho de Penacova), e efectuar análises e exames médicos avançadíssimos (empreendimento desconhecido cá no burgo), concluiu uma doença estranhíssima,
pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico.

Dado o estado atrasadíssimo e inculto da Taverna ("Mairie"), os médicos da ASAE tentaram explicar com palavras simplórias: enfermidade que descreve o estado de quem é acometido de uma doença rara provocada pela aspiração e ingestão de cinzas vulcânicas, provocando alucinações.

A taberna foi ainda alvo de um estranhíssimo diálogo:

ASAE: a vossa doença é pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico
Taberneiro Ricardo Vinhas: Aqui está o cartão GPS... (recentemente adquirido no último magusto …)
ASAE: não ouviu bem, vocês sofrem de pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico
Taberneiro Vasco Vinagre: o meu cartão é da GCDU e GPS, conforme a conveniência, qual necessitam?
ASAE: bom, não há dúvida, vacinamos todos e assunto encerrado.
O TABERNEIRO: O nosso vinho vem da Madeira. Os presuntos são oferecidos pela JS dos Açores...
ASAE: então vocês ainda não sabem cultivar...
O TABERNEIRO: sabe ... a barriga já pesa... bebemos diariamente 2500 cubas de vinho ...
ASAE: terra de atrasados... as vacinas são desnecessárias.

Depois de comprovarem a veracidade do atraso no Concelho, a ASAE rumou a Poiares, onde em conversa com Carlos Marta Soares, soube da triste realidade, "Penacova é uma terra de lesmas, caracóis e outros moluscos rastejantes"...
Com medo de contaminação, a própria ASAE jamais fará nova inspecção receando privar com tal gente ... condenando os taberneiros à sua penosa doença e o concelho ao atraso face à fraca qualidade do vinho.
Entretanto na “Mairie” Ricardo Vinhas ordenou, vinho à borla para população, face aos resultados das sondagens, responsáveis pela eleição de novo mandato na taberna.

frequentador da taberna disse...

Anónimo das 6:54, Por este andar, você ainda é contratado pelos taberneiros para fazer parte da equipa, se calhar é isso que você quer mas escrevendo anónimo nunca se saberá quem se deve convidar, por isso identifique-se se for capaz.

Cumps.

Anónimo disse...

Exmo Srº Frequentador da Taberna:
levarei em apreciação as suas honestas palavras em virtude do seu distinto exemplo e dos taberneiros (identifiquem-se).

Os meus serviços: 500 Eur por cada post.
Email: contactarei os taberneiros com esta proposta.

O ordenado é conciliável com os elevados rendimentos auferidos na taberna
(vendas, contratos de publicidade, financiamento estatal da Mairie, estranhos patrocínios partidários, Curibeca, etc).

cumpr.

frequentador da taberna disse...

Curioso, senhor anónimo das 6:54 e 18:04.
Os taberneiros, como lhe chama, tem nome, pode ler-se Ricardo Vinhas e Vasco Vinagre. Quanto ao meu nome se o senhor se identificar eu tambem o farei.

Cumps.

Anónimo disse...

Se acha importante então o meu nome é Carlos Azeitonas...

Related Posts with Thumbnails